As datas da Colheita em Shambala são:

  • do reino mineral   –  30 de outubro
  • do reino hominal   –  30 de novembro

Em Shambala, Sede da Grande Fraternidade Branca Universal, hoje no Plano Etérico sobre o deserto de Góbi, são realizados três colheitas uma vez por ano cada uma dos reinos Angélico, Mineral e Hominal, ocasiões essas em que todos os seres do seu respectivo reino, aos pés do Senhor do Mundo, Lorde Gautama e seus Auxiliares, depositam os resultados de seus serviços prestados na Terra, bem como as suas posições alcançadas durante o ano de suas evoluções espirituais. Esses resultados são oferecidos a Deus como a causa maior da existência de cada ser.

A distância irradiando a sua própria Luz para uma cúpula de Luz na qual ficamos imersos. É a única vez que o nosso Anjo da Guarda pode afastar-se de nós  e mesmo assim só com a nossa anuência.

Oração junto aos Anjos

Anjos do amor, Anjos da paz,
apelamos por vós.
Anjos da beleza, Anjos da misericórdia,
vossa perfeição nos liberta.
Anjos da consolação do raio rosa,
Anjos da cura, vinde todos.
Anjos da bondade e da bem aventurança,
estamos prontos à servir !

Anjos da sabedoria, da alegria e da vitória,
apelamos por vós.
Anjos da verdade e da maestria,
vossa iluminação nos liberta.
Anjos da comprensação do raio dourado,
Anjos da benção, vinde todos.
Anjos da paz e da perfeição,
estamos prontos à servir !

Anjos da lealdade, Anjos do poder
apelamos por vós,
Anjos da firmeza, Anjos da força
da vontade divina, oh ! libertai-nos.
Bem Amado protetor do raio azul
Anjos do servir, vinde todos.
Anjos da proteção, da unidade,
estamos prontos à servir !

Anjos da liberdade, Anjos do amor,
apelamos por vós.
Anjos da misericórdia, do equilíbrio,
vossa liberdade nos liberta.
Anjos do raio violeta e do perdão, vinde todos.
Anjos da justiça divina,
estamos prontos à servir !

Anjos da vida, Anjos da ascensão,
apelamos por vós.
Anjos da chama verde, ouro e rubi,
vossa superioridade nos liberta.
Anjos da pureza do raio branco
Anjos do céu, vinde todos.
Anjos da perfeição divina,
estamos prontos à servir !

Colheita do reino elemental (30-10)

Da mesma forma que os Anjos, os seres elementais da Terra, Água, Fogo, Ar e Éter uma vez por ano dirigem-se ao Templo de Shambala e prestam contas das suas atuações no plano terrestre. Esses pequeninos seres da natureza efetuam um trabalho maravilhoso e divino num esforço contínuo e incansável até conseguirem “copiar” cópias perfeitas e assim criarem tudo o que existe na Mãe Terra e consequentemente pelas obras efetuadas e pela enorme dedicação alcançam a sua evolução.
Nesse abençoado dia para melhor sintonia e confraternização com esses seres que continuamente constróem aquilo que muitas vezes, por distração, destruímos, o mínimo que podemos fazer em gratidão é orarmos ao Poderoso Maha Chohan, o Espírito Santo para a Terra e Instrutor de todos Construtores das formas, para que através do nosso reconhecimento, respeito e amor, cada ser elemental, incluindo o elemental que vive em nosso corpo, cumpra com perfeição a criação e sustentação de cada modelo Divino.

Oração Junto ao reino elemental da natureza

Bem amada majestosa presença eu sou
Envolta na chama violeta que a tudo transmuta em luz
Que o fogo sagrado da chama trina
Que pulsa e vibra em meu santo ser crístico
Purifique, harmonize e abençoe
todos seres elementais da natureza

Bem Amados helios e vesta
Ares e thor
Netuno e lunara
Virgo e pelleur
Deuses maiores do reino da natureza
Que a manifestação da abundância de vossas essências
Coroe cada elemental do fogo, ar, água, terra e éter
Com a substância divina da concretização da perfeição

Bem Amado mestre lemuel
Por vossa intensa cooperação e orientação
Seja vós abençoado com o cumprimento de vossa tarefa finda
Ao ver realizado o plano divino sobre a terra
Da cura e da libertação de todos elementais da natureza

Bem amada presença eu sou
Sigo adiante, consciente da minha tarefa maior
De juntos aos Anjos e aos construtores de todas as formas
Cumprir a vontade divina de ascensão conjunta
Dos três reinos aos planos superiores de luz.

Colheita do reino hominal (30-11)

Esta é grande oportunidade que ao contrário das reuniões do Conselho Cármico quando somos convidados a comparecer diante da Tribuna para tomarmos ciência do resultado de carmas negativos transmutados ou outros criados, nesta Colheita comparecemos, também enquanto dormimos, para que diante do Senhor do Mundo possamos reavaliar o quanto  evoluímos na nossa senda espiritual, o quanto servimos a causa universal maior e a nossa participação na consolidação do Plano Divino sobre a Terra junto ao Reino Angélico e Reino Elemental.

Antes de dormir ore os “Preceitos da Alvorada da Verdade”, pois ao fazê-lo estamos invocando  pela concretização da Perfeição e Consciência Crística na Terra através do Reino hominal  que deve trabalhar em consonância e mútua cooperação  com o Reino Angélico e Reino Elemental  pela atuação da Paz e Harmonia do Planeta. Após a oração libere o seu EU para participar desse acontecimento tão importante nas esferas de Luz e peça a sua Presença Divina para que através da intuição possa você,  no decorrer do ano, conscientemente prestar os mais belos serviços almejados por todas fraternidades filiadas à Grande Fraternidade Branca Universal. Que as nossas colheitas, as do Reino Angélico e do Reino Elemental sejam a cada ano mais abundantes e abençoadas na Luz !

Os preceitos da alvora da verdade

Creio em Deus, o grande arquiteto do universo, em seu duplo aspecto de pai e mãe, e na força crística – o amor implantado do âmago de toda humanidade.

Creio na igreja universal, que é invisível, e no espírito santo – o divino fogo espiritual de purificação e de amor.

Creio, antes de unir-me ao espírito universal e compreender a  ação da lei espiritual, que deve morrer em mim o ser inferior e que, emergindo o ser superior, devo nascer novamente.

Creio, esclarecido pela grande luz de Deus, latente em mim, que eu mesmo julgarei as minhas faltas e sofrerei a minha pena.

Creio no Deus de amor, pai e mãe de toda humanidade, na comunhão e trabalho conjunto dos Anjos e das almas redimidas.

Creio em minha unidade com os reinos da natureza e na santidade de toda vida.

Creio que pelo esforço contínuo chega-se ao eterno e que,  pela união com os pais divinos, os desejos e a infelicidade desaparecem.

Creio que se quiser a libertação dos renascimentos, devo cumprir a lei, compreender a natureza do fogo celestial e alcançar a sabedoria oculta.

Esforçar-me-ei, com a ajuda de Deus, em ver o bem antes de tudo, em me abster de tudo aquilo que conduz ao efêmero, à vaidade,  à impureza e ao apego ao poder terrestre.

Esforçar-me-ei em estar ao lado dos aflitos, em dar conselhos sinceros e impessoais a todos os que procuram a minha ajuda, e em dirigir pensamentos de paz aos que lutam e aos que sofrem.

Farei, diariamente, algum trabalho para Deus e obedecerei as leis da hospitaliadde. tentarei cumprir minhas tarefas cotidianas de bom grado, tão preparado quanto as circunstâncias me permitam.

Lembrar-me-ei de que sou o templo de Deus vivo, procurá-lo-ei interiormente, sabendo que no mais íntimo nasce o radiante, o senhor do passado e do futuro, o senhor do infinito que, no entanto, é sempre o mais próximo.

Esforçar-me-ei para que a minha mente não seja perturbada pelos assuntos do mundo, em não ser dominado por paixões e egoísmo, em ser paciente no sofrimento, alimentando o contentamento e a gratidão.

Lembrar-me-ei que todas as épocas foram nutridas pela majestade de Deus – a essência crística que impregna tudo – e que todas as raças foram chamadas a ouvir a voz de Deus, cada uma sob o aspecto e forma que mais lhe eram propícios,

Assim, com esses conhecimentos, estarei em harmonia com tudo e poderei reverenciar a Deus, em qualquer tempo e lugar, sob qualquer aspecto que o encontrar. amém.